O que é Perícia Grafotécnica

Data: 04/09/2017 | Fonte: Nero Perícias

Um manuscrito e a assinatura em documentos comprovam a autenticidade de registro, certo? Nem sempre. Fraudes acontecem a todo o momento, e os prejuízos são grandes quando não são descobertas a tempo. Para desvendar os crimes de falsificação é necessário comprovar se o registro corresponde, incontestavelmente, à escrita de quem se diz autor do texto e/ou assinatura. Para elucidar a questão é necessário fazer a perícia grafotécnica.

A perícia grafotécnica objetiva analisar a veracidade de textos escritos à mão e assinaturas em documentos como testamentos, procuração, cheque, contratos, escritura de imóveis, entre outros. Com esse trabalho é possível desvendar crimes de falsificação. A grafoscopia é uma ciência forense, que fornece provas técnicas comprovando ou negando a autenticidade de registros gráficos a partir da comparação da forma gráfica e dinâmica da escrita. O perito grafotécnico possui elevado conhecimento técnico-científico para realizar esse trabalho e está constantemente atualizando sua formação em uma vez que os fraudadores estão cada vez mais especializados.

Constantemente o Poder Judiciário, órgãos policiais e advogados recorrem à grafoscopia para esclarecer dúvidas com relação à autoria de documentos escritos à mão. O perito grafotécnico também costuma ser contratado para verificar a autenticidade de um manuscrito por interesse da iniciativa privada e outras instituições na esfera administrativa.

O que é Pericia Grafotecnica

Aspectos do exame grafotécnico

A perícia grafotécnica confronta e compara os aspectos morfocinéticos de escritas em relação a outras consideradas autênticas, as quais podem ser textos preexistentes ou coletados com finalidade pericial. A grafoscopia é subdividida em grafopatologia e plassofenia. A grafopatologia analisa as alterações da escrita decorrentes de doenças que afetam o estado psíquico, coordenação motora, entre outras consequências. A plassofenia verifica mudanças introduzidas em um manuscrito.

O perito grafotécnico examina, inicialmente, o estado de conservação do documento, observando dobras, manchas, rasgos, rasuras, entre outros aspectos que podem ter ocorrido antes ou depois do registro do texto. Em alguns casos, é necessário submeter o documento à radiação ultravioleta para analisar se as manchas existentes foram feitas para fraudar o documento.

Ao analisar a escrita, o perito grafotécnico analisa a morfologia e a morfodinâmica das palavras. A morfologia refere-se à forma gráfica das letras de cada palavra escrita. A morfodinâmica relaciona-se ao movimento e à força que são empregados no ato de escrever, bem como outros aspectos que demonstram os hábitos que autor tem quando escreve como altura da letra, espaçamento entre letras e palavras, acentuação e pontuação. O perito estuda todas as variações para confrontar uma escrita considerada autêntica com o manuscrito submetido à perícia grafotécnica.

Laudo grafotécnico

O laudo grafotécnico é um documento de extrema importância para fundamentar processos e decisões jurídicas. Por esta razão, o trabalho do perito grafotécnico deve ser elaborado com absoluta precisão, anexando, se necessário, imagens fotográficas, para concluir o laudo com base nas semelhanças ou não das escritas analisadas.

A grafoscopia não deve ser confundida com grafologia. A grafoscopia, como explicamos, objetiva apresentar provas técnicas a investigações e processos judiciais. A grafologia estuda a escrita com a finalidade de analisar aspectos de personalidade, estado psicológico e emocional das pessoas.

Precisa fazer Perícia Grafotécnica ? Então ligue (11) 2829-8767 ou (11) 98366-6518 se você estiver na Capital e (17) 3021-9200 ou (17) 99712-6600 se você estiver no interior.

Gostou desse post? Compartilhe e leia outros artigos no blog!


Mais notícias...