Método do Custo para a avaliação de imóveis

Data: 12/06/2017 | Fonte: Nero Perícias

Comparar valores do mercado imobiliário é um meio utilizado nos processos de avaliação de imóveis. Fazemos isso naturalmente, quando pensamos em vender ou comprar um imóvel. Pesquisamos terrenos e edificações semelhantes, na mesma localidade, como parâmetros para determinar o valor do imóvel. Analisamos o que compensa mais: comprar um terreno e construir ou adquirir uma edificação pronta ou semiacabada. Seja qual for o caso, é importante deixar a subjetividade de lado, e pensar tecnicamente para fazer o investimento com mais segurança e possibilidade de retorno financeiro a médio ou longo prazo.

A avaliação de imóveis, realizada por perito habilitado, é feita conforme normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Entre os métodos aplicados pelo perito avaliador, existe o Método do Custo de Reprodução ou Método Evolutivo, comuns em avaliações de imóveis construídos. A escolha do método depende da finalidade da avaliação do imóvel, características do imóvel, qualidade das informações colhidas no mercado imobiliário e o prazo que o perito avaliador terá para apresentar o Parecer Técnico de Avaliação Mercadológica (PTAM), o laudo pericial.

Avaliação de imóveis: como funciona o Método dos Custos

O cálculo leva em conta o valor do terreno (estipulado com base na comparação com outros imóveis territoriais semelhantes, na mesma localidade), custos para a aquisição do terreno e os custos das benfeitorias (projetos, licenças, materiais, mão de obra, encargos, honorários, lucro do empreendedor e outros fatores), considerando também o fator de depreciação em função de obsolência física, funcional, ambiental ou econômica.

A diferença entre o método comparativo dos custos de reprodução do imóvel e o método evolutivo é que no método comparativo inclui-se, além do valor do terreno e custos das benfeitorias, o fator de comercialização. O fator de comercialização demonstra se existe vantagem financeira em adquirir um terreno com benfeitorias ou se é melhor comprar uma área a ser construída. No caso do método evolutivo, a avaliação do imóvel é realizada com base no valor do terreno (incluindo os custos de aquisição e preparação da área), custos da construção, juros pela remuneração do capital investido e lucro do empreendedor.

método do custo para a avaliação de imóveis

Importância do perito na avaliação de imóveis

Na avaliação técnica, o perito pode conjugar vários métodos para calcular os valores do terreno, construção, benfeitorias, parâmetros do mercado imobiliário e o fator de comercialização. Caso não seja possível aplicar a metodologia da ABNT, o perito poderá utilizar outros procedimentos, desde que explique no Parecer Técnico de Avaliação Mercadológica as razões para não atender as normas e que o laudo contenha os requisitos essenciais para a avaliação do imóvel.

Investir em imóveis exige muito cuidado. Por isso, é importante contar com o apoio de profissionais habilitados para realizar uma avaliação mais precisa sobre um imóvel construído ou o potencial de um empreendimento imobiliário. O perito avaliador é o profissional adequado para analisar todos os fatores (localização, topografia, padrão construtivo, conservação, oferta, demanda, entre outros) valores de aquisição do terreno, construção do imóvel, valor de venda no mercado, potencial do empreendimento.

Gostou desse artigo? Compartilhe!


Mais notícias...